Festival MIMO Paraty de música 2019

De 18 a 22 de setembro de 2019, acontece o Festival MIMO, o que começou como Mostra Internacional de Música em Olinda há 10 anos, estabeleceu-se como o Festival MIMO, um dos mais importantes do Brasil, que oferece ao público música instrumental de todos os continentes – desde a clássica, passando pelo jazz, a música eletrônica e a música popular. Os concertos, que atraem pessoas de várias gerações, acontecem em cidades que preservam bens e valores históricos do Brasil.

Apresenta programação cuidadosamente preparada, com concertos gratuitos de importantes artistas da cena mundial. São atrações que muitas vezes estão fora do alcance do grande público, algumas até desconhecidas dos brasileiros.

Desde que surgiu, em 2004, foi apresentado para mais de 630 mil espectadores, realizou 240 concertos, exibiu 120 filmes e beneficiou 16.500 alunos em sua Etapa Educativa. Já passaram pelo MIMO artistas como Nelson Freire, Philip Glass, Hamilton de Holanda, McCoy Tiner, Egberto Gismonti, Gotan Project, Sonia Rubinsky, Tom Zé, Buena Vista Social Club Stars, Wagner Tiso, Chucho Valdés, Gonzalo Rubalcaba, Duo Assad, Azymuth, Arnaldo Baptista, Guinga, Hermeto Paschoal e algumas das principais orquestras do País.

Read More

Festival da Cachaça, Cultura e Sabores de Paraty 2019

Originalmente batizado com a alcunha de Festival da Pinga, teve sua origem em 1982, com a intenção de divulgar o único produto industrializado do município e com grande peso histórico, no auge do ciclo da cana, Paraty chegou a ter 100 alambiques, virando sinônimo de cachaça.

Com o crescimento da festival, os produtores de cachaça se organizaram e conseguiram o selo IG, de indicação geográfica,  significando que a cachaça de Paraty é um produto único, sendo resultado de uma combinação de solo e clima característicos da região.

O  XXXVI Festival da Cachaça, Cultura e Sabores de Paraty será realizado entre os dias 15 a 18 de agosto de 2019, em seu atual formato, o festival além de divulgar a cachaça, a estrela da festa, também  destaca a importância da gastronomia local e a cultura caiçara, representada pelos grupos de música locais.

Read More

Feriado de Corpus Christi Paraty 2019

O feriado de Corpus Christi acontece entre 20 a 23 de junho de 2019.
O Corpus Christi é marcado em Paraty pela ornamentação das ruas do centro histórico da cidade, com desenhos sobre os símbolos do cristianismo como a imagem de Jesus, o cálice da santa ceia, entre outros.
Os tapetes são feitos de vários tipos de materiais, como serragem colorida, pigmentos, cal, flores, pó de café, etc.

Read More

FLIP Paraty 2019

A FLIP, Festa Literária Internacional de Paraty acontece entre os dias 10 a 14 de julho de 2019, consagrada como um dos eventos literários mais importante do país, a Festa Literária Internacional de Paraty tem como base a pluralidade de escritores convidados para as palestras. Com o charmoso centro histórico de Paraty como cenário, vários eventos dentro da própria FLIP, acontecem em vários cantos da cidade, como a OFF FLIP e a FLIPINHA.
O autor homenageado este ano é Euclides da Cunha.

Sobre o Autor:
Euclides da Cunha (1866-1909) foi um escritor, jornalista e professor brasileiro, autor da obra “Os Sertões”. Foi enviado como correspondente ao Sertão da Bahia, pelo jornal O Estado de São Paulo, para cobrir a guerra no município de Canudos. Seu livro “Os Sertões”, narra e analisa os acontecimentos da guerra. Foi eleito em 21 de setembro de 1903 para a cadeira nº 7 da Academia Brasileira de Letras.

Euclides Rodrigues Pimenta da Cunha nasceu em Cantagalo, Rio de Janeiro, no dia 20 de janeiro de 1866. Filho de Manuel Rodrigues da Cunha Pimenta e Eudósia Alves Moreira da Cunha, a partir de 3 anos, viveu entre fazendas na Bahia e o Rio de Janeiro, com tios que o criaram depois que ficou órfão de mãe.

Em 1885, com 19 anos, ingressou na Escola Politécnica, mas por falta de recursos transfere-se para a Escola Militar da Praia Vermelha. Nessa época, escrevia para a revista da escola, “A Família Acadêmica”. Por afrontar o Ministro da Guerra do Império, foi expulso da Academia. Em 1889 segue para São Paulo e publica no jornal O Estado de São Paulo, uma série de artigos onde defende os ideais republicanos.

Read More
× (24)9 8112-0812